current time

sábado, 25 de Março, 2017 - 22h32

website utilities

Planejando umas férias na Cidade-Luz? Confira 7 dicas para aproveitar Paris no inverno

Não só com temperaturas quentes e o sol brilhando é que Paris fica linda e merece uma visita. Também nos meses de frio, a capital francesa esbanja charme e bons programas.

Aliás, quem vai a Paris no inverno tem a chance de descobrir um lado diferente da cidade mais visitada do mundo, num período com menos multidões de turistas por todo lado.

As luzes natalinas que tomam conta da cidade entre metade de novembro e o começo de janeiro são uma atração à parte. E mesmo com a temperatura beirando 0ºC, não faltam opções aconchegantes para curtir a Cidade-Luz.

Confira as dicas do Manchete Atual e do site Hostelworld para aproveitar Paris no inverno:

1. Garimpar tesouros em um mercado de Natal

Nada mais tradicional no fim de ano em Paris dos que os Marchés de Noël. Os mercados de Natal estão espalhados por alguns dos lugares mais emblemáticos da cidade, como os Jardins do Trocadéro, junto à Torre Eiffel, os arcos de La Défense e a mais famosa avenida parisiense, a Champs-Elysées.

Nos mercados, pode-se fazer as comprinhas necessárias para o Natal, vasculhar as bancas em busca de antiguidades, suvenires e itens exclusivos, e provar algumas iguarias típicas da época, como o vinho quente, o crepe e as salsichas.

2. Apreciar a árvore de Natal na Notre Dame

Chega dezembro e eis que ressurge o símbolo máximo do Natal em Paris, linda e luminosa: a árvore na praça em frente à Catedral de Notre Dame atrai todos os olhares.

É possível também entrar na catedral e conferir show de luzes e músicas natalinas. A história do nascimento de Jesus é projetada num telão na ala central da igreja, com concerto de órgão acompanhado pelo coro da catedral. Os shows acontecem a cada meia hora entre dezembro e janeiro.

3. Patinar no gelo no Hôtel de Ville

Seja você um ás sobre os patins ou se não tiver a menor vergonha de levar uns tombos em público, patinar no gelo é um programa imperdível na Europa no inverno. Especialmente em Paris, onde as pistas de patinação são instaladas em belos e famosos espaços históricos.

Uma das maiores e mais frequentadas é a pista em frente ao icônico prédio renascentista do Hôtel de Ville. A entrada é gratuita mas alugar os patins custa €5. Outras pistas menores, mas não menos simpáticas, podem ser vistas em locais como a Champs-Elysées e o Trocadéro.

4. Tomar um chá francês

Uma maneira simples, porém elegante, de esquentar o corpo no inverno parisiense: tomar um chá. Mas não em um lugar qualquer: no Museu Jacquemart-André, uma suntuosa mansão que virou museu e cuja sala de jantar tornou-se o restaurante. Delicie-se com uma fina seleção de chás, bolos e doces.

O prédio localizado no Boulevard Haussmann vale uma visita por si só. Conta com impressionantes afrescos no teto, tapeçarias e mobiliário do século XVIII, quartos amplos e luxuosos, e um terraço com vista para o jardim de inverno. Além de uma bela coleção de arte.

5. Fazer compras nas passagens cobertas

Construídas no século 19 para ajudar a aliviar os parisienses do ruído das ruas tomadas por carruagens puxadas por cavalos, as famosas passagens cobertas tornaram-se charmosas galerias comerciais - também uma boa opção para refugiar-se da chuva e do frio no inverno.

Para uma dose de pompa e requinte, a Galerie Vivienne é uma boa pedida: destaque para a lendária livraria-antiquário Librairie Jousseaume, dos idos de 1826, e a loja da grife de Jean Paul Gaultier, localizada entre salões de chá e galerias de arte. Uma opção com preços mais acessíveis é a Passage du Grand-Cerf, com seu belo telhado de vidro e fachadas em madeira.

6. Mergulhar na literatura

Leitores ávidos não podem deixar de visitar a Shakespeare and Company, a maior livraria de língua inglesa de Paris. Parte loja, parte instituição cultural, é daquelas forradas com livros do chão ao teto, onde é possível encontrar praticamente qualquer obra.

O local (na 37 Rue Bûcherie) sedia eventos como saraus, encontros de escritores e oficinas na sua biblioteca no andar superior. A livraria tem a tradição de apoiar autores em início de carreira em troca de algumas horas de trabalho. Grandes nomes literários como Ernest Hemingway, Henry Miller e Alan Ginsberg passaram por lá. 

7. Relaxar com um banho turco

Para relaxar e mimar um pouco o corpo e a alma em Paris, vale a pena visitar os tradicionais banhos públicos árabes da cidade. Com uma linda decoração, espaços como o Les Bains du Marais e o Le Hamman na Grande Mesquita de Paris, oferecem opções de banhos turcos (salas de vapor), grommage (esfoliação corporal) e massagens, para homens e mulheres.

Depois, é só finalizar o tratamento com um delicioso chá de menta e você vai sentir-se novo e pronto para novos passeios e descobertas em Paris.