current time

sábado, 25 de Março, 2017 - 06h36

website utilities

Após o jogo, polícia mantém isolamento da área onde ocorreu manifestação

Foto: Agência Brasil

Foto: Agência Brasil

Mesmo após o fim do jogo em que o Brasil venceu a Espanha na final da Copa das Confederações, no Estádio Jornalista Mario Filho, o Maracanã, a polícia mantém um cordão de isolamento impedindo que os torcedores que deixam o estádio pela saída D, sigam pela avenida Maracanã até o cruzamento com a Rua São Francisco Xavier, onde mais cedo ocorreu um confronto de um grupo de manifestantes com a polícia. Os manifestantes já se dispersaram e as forças de segurança começam a deixar o local.

O economista Salim Quadros, esteve no Maracanã com a esposa e os filhos e elogiou o evento. "A organização foi muito boa, acesso fácil às cadeiras, família, muito bem frequentado, tinha muitas crianças próximo, nenhum incidente. Realmente estava muito bom". Disse. Ele declarou que soube que do lado de fora do estádio estava ocorrendo um confronto de manifestantes com a polícia.. "Lá dentro o clima era outro, agora a gente quer ir por aqui [Avenida Maracanã], mas a polícia nos aconselhou a ir pelo outro lado. Tudo bem".

Rômulo Moragas, que trabalha com logística, também elogiou o evento. "Foi tudo supertranquilo, tirando a fila das lanchonetes e do banheiro, foi tudo ótimo". Segundo ele, que estava no setor Vermelho, não foi possível perceber nenhuma agitação do lado de fora do estádio. Ele também não sabia do isolamento policial e foi obrigado a dar a volta.

Neste momento, a Avenida Maracanã está liberada para os torcedores e a dispersão após o jogo ocorre de forma tranquila, em clima de festa.

 

Edição: Aécio Amado