current time

quinta-feira, 30 de Março, 2017 - 19h35

website utilities

Maio 2013

Camex reduz a zero Imposto de Importação de sete medicamentos

Sete medicamentos utilizados no Sistema Único de Saúde (SUS), e sem concorrentes fabricados no Brasil, tiveram o Imposto de Importação zerado. A decisão da Câmara de Comércio Exterior (Camex) foi publicada hoje (31) no Diário Oficial da União.

De acordo com o Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, a diminuição das tarifas vai contribuir para a redução das despesas do SUS, porque os medicamentos são caros e provocam grande impacto no orçamento do Ministério da Saúde.

Acidente com avião da Air France que matou 228 pessoas completa quatro anos

O acidente com o voo 447 da Air France, que caiu no Oceano Atlântico quando fazia a rota Rio-Paris, completa hoje (31) quatro anos. A data é marcada pela expectativa dos parentes e amigos das vítimas por justiça e por respostas mais precisas sobre as causas do acidente.

No acidente, morreram 228 passageiros e tripulantes de 32 nacionalidades, incluindo brasileiros. Pelas investigações do Escritório de Investigações e Análises (BEA, na sigla em francês), houve falhas humanas e técnicas.

Estados Unidos analisam possibilidade de reduzir o tempo de espera para obtenção de visto

O vice–presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, disse hoje (31) que o governo norte-americano analisa a possibilidade de flexibilizar a concessão de vistos para os brasileiros que pretendam viajar para cidades norte-americanas. Ele contou ter conversado sobre o assunto com o  embaixador dos Estados Unidos no Brasil, Thomas Shannon, para reduzir o tempo de espera para a emissão do documento de 12 semanas para dois ou três dias.

ONU anuncia nova chefe para missão de estabilização no Haiti

O secretário-geral da Organização das Nações Unidas, Ban Ki-moon, anunciou hoje (31) que, a partir de julho, Sandra Honoré, de Trinidad e Tobago, será a chefe da Missão das Nações Unidas para a Estabilização do Haiti (Minustah).

Biden compara avanços da América Latina a mudanças provocadas pela queda do Muro de Berlim

O vice–presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, comparou hoje (31) os avanços em vários países na América Latina, inclusive o Brasil, às mudanças provocadas pela queda do Muro de Berlim – uma barreira física, construída pela República Democrática Alemã (Alemanha Oriental), que circundava Berlim Ocidental, separando-a da Alemanha Oriental, e que começou a ser derrubada em novembro de 1989.

Asteroide que passa perto da Terra hoje tem lua própria, diz Nasa

Uma sequência de imagens de radar obtida por cientistas da agência espacial norte-americana (Nasa) revelam que o asteroide 1998 QE2, que passará pela Terra hoje (31), às 17h59 de Brasília, tem sua própria lua.

O asteroide é cinco vezes maior do que um navio transatlântico e vai passar a 5,8 milhões de quilômetros da Terra, uma distância curta em termos astronômicos. Segundo a Nasa, é o equivalente a 15 vezes a distância entre a Terra e a Lua. Esse será o ponto em que ele chegará mais perto do planeta pelos próximos 200 anos.

PM fará segurança com mil homens no amistoso entre Brasil e Inglaterra

A Polícia Militar contará com mil homens no policiamento do amistoso entre Brasil e Inglaterra, marcado para domingo (2), às 16h, no Estádio Jornalista Mário Filho, o Maracanã. Os militares estarão distribuídos no interior do estádio, no controle de acesso dos torcedores e no entorno do Maracanã.

Alckmin pede renegociação da dívida de São Paulo e reforma do ICMS

O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, pediu hoje (31), em encontro com o ministro da Fazenda, Guido Mantega, a ampliação da dívida do estado, que atualmente de R$ 190 bilhões, em mais R$ 7 bilhões. “Nossa dívida está em queda, temos um espaço fiscal e, no Programa de Ajuste Fiscal, há uma perspectiva nesse valor de novos financiamentos. Isso vai nos possibilitar investir em infraestrutura”, disse Alckmin. Ele conversou com o ministro também sobre a reforma do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS).

Presidente colombiano nega ação para desestabilizar Venezuela

Com o aumento da tensão entre a Venezuela e a Colômbia nos últimos dias, o presidente colombiano, Juan Manuel Santos, disse hoje (31) que qualquer diferença entre os dois países deve ser resolvida pela via diplomática. De acordo com Santos, seu governo não apoia ações para desestabilizar a Venezuela e nem quer se envolver na política interna do país vizinho, como acusou ontem (30) o presidente venezuelano Nicolás Maduro.

Banco Central vende quase US$ 900 milhões para segurar alta do dólar

A disparada do dólar nos últimos dias fez o Banco Central (BC) mudar a postura em relação à política cambial. Pela primeira vez em dois meses, a autoridade monetária vendeu dólares no mercado futuro – operação conhecida como swap cambial tradicional – para conter a alta da cotação da moeda norte–americana.

No leilão de hoje, o BC conseguiu vender US$ 876,7 milhões no mercado futuro. O banco ofereceu 30 mil contratos com vencimento em julho deste ano, dos quais foram vendidos 17,6 mil. A última operação de swap tradicional havia ocorrido em 27 de março deste ano.

Páginas