current time

quinta-feira, 30 de Março, 2017 - 19h35

website utilities

Outubro 2013

Governo francês espera que déficit público caia até 2015

O Ministério das Finanças da França espera que o déficit público caia e corresponda a 2,8% do produto interno bruto (PIB) em 2015, informou o jornal francês Le Figaro, à medida que o governo mantém os gastos sob controle e que o crescimento econômico começa a ganhar ritmo.

Segundo o relatório sobre o orçamento da França nos próximos cinco anos, que será enviado às autoridades da União Europeia (UE) nesta semana, a redução do déficit público permitirá que o país cumpra a meta de reduzir o déficit abaixo de 3% dentro do prazo estabelecido pela UE.

Taxa de desemprego alemã sobe a 6,9% em setembro

O mercado de trabalho se deteriorou em setembro, contrariando as expectativas de uma renovada recuperação diante da economia em crescimento, informou a agência do mercado de trabalho (BA).

A taxa de desemprego ajustada da Alemanha avançou para 6,9% em setembro de 6,8% em agosto.

Já o número de pessoas consideradas desempregadas subiu 25 mil no mês, para 2,975 milhões de pessoas, em termos ajustados. O dado de agosto foi revisado para 2,950 milhões de desempregados.

Taxa de desemprego da z.euro fica em 12,0% em agosto

O desemprego na zona do euro recuou pelo terceiro mês consecutivo em agosto, segundo dados da agência oficial de estatísticas da União Europeia, Eurostat. O número de pessoas desempregadas caiu para 19,178 milhões em agosto, ante 19,183 milhões em julho.

A taxa de desemprego manteve-se em 12% em agosto, mesma taxa de julho. Contudo, a taxa de desemprego de julho foi revisada para baixo após ter sido anteriormente relatada em 12,1%, o que significa que a taxa de 12% foi a menor desde dezembro de 2012.

Paralisação das agências federais norte-americanas não ocorria há 17 anos

A paralisação das agências federais nos Estados Unidos ocorre pela primeira vez em 17 anos, depois de o Congresso não ter chegado a acordo para o acesso a fundos que mantivessem o governo ativo. A decisão pode levar milhares de pessoas ao desemprego.

Cerca de dez minutos antes da meia–noite, a Casa Branca determinou às agências federais que iniciassem os procedimentos de paralisação, depois de um dia em que a Câmara dos Representantes e o Senado votaram as propostas apresentadas.

Senado norte-americano volta a rejeitar plano da Câmara dos Representantes

O Senado norte–americano, de maioria democrata, votou contra, na noite dessa segunda-feira, o plano republicano que evitaria a paralisação do governo federal, mas adiaria a entrada em vigor da reforma da saúde.

A decisão, que teve 54 votos a favor e 46 contra, mantém o impasse nas duas Câmaras norte-americanas que discutem uma forma de evitar o bloqueio de acesso a fundos para o funcionamento do governo.

EUA: agências federais fecham até que Congresso aprove acesso a fundos

A falta de acordo entre republicanos e democratas leva os Estados Unidos a uma paralisação parcial do governo federal, problema que será mantido até que o Congresso aprove novos fundos. Há 17 anos o problema não ocorria.

 

A paralisação obrigará o governo a mandar para casa mais de 800 mil pessoas, entre 2,1 milhões de funcionários federais, durante o período em que ocorrer a escassez de fundos e que poderá custar mais de US$ 1 bilhão aos cofres públicos, segundo a Casa Branca.

BC australiano mantém taxa de juros em 2,50%

O Banco da Reserva da Austrália (RBA, na sigla em inglês) manteve a taxa de juros inalterada em sua mínima histórica, acrescentando que as reduções na política monetária nos últimos dois anos estavam começando a ganhar força.

"A flexibilização da política monetária desde o final de 2011 apoiou a despesa de juros sensível e os valores dos ativos", disse o banco central australiano, em comunicado. "Os efeitos completos dessas decisões ainda estão chegando e devem durar por um longo período".

Premiê do Japão eleva imposto sobre vendas para 8%

O primeiro-ministro do Japão, Shinzo Abe, anunciou nesta terça-feira que decidiu ir em frente com o plano para aumentar o imposto sobre vendas em 2014.

"Eu decidi aumentar a taxa de imposto sobre vendas de 5% para 8% a partir de 1 de abril do ano que vem", disse Abe no início de uma reunião de dirigentes do partido.

Paralisação nos EUA pode afetar vários setores

A chance de os parlamentares americanos aprovarem uma lei de financiamento de curto prazo para o governo dos EUA é pequena, mas existe. No entanto, caso não seja aprovada qualquer medida para interromper a paralisação do governo, várias instituições do país devem amanhecer a terça-feira de portas fechadas. Neste caso, o mais importante é saber por quanto tempo o governo americano ficará parado.

Casa Branca ordena que agências iniciem paralisação

A Casa Branca ordenou que as agências federais implementassem seus planos para fechar parcialmente as suas operações, depois que as manobras políticas do Congresso não conseguiram produzir um acordo para financiar os serviços públicos.

"Infelizmente, não temos uma clara indicação de que o Congresso vai agir a tempo para que o presidente Barack Obama assine a resolução antes do final do dia", escreveu Sylvia M. Burwell, diretora de gerenciamento e orçamento do escritório da Casa Branca, em mensagem às agência publicada às 0h46 (de Brasília).

Páginas