current time

segunda-feira, 27 de Março, 2017 - 03h38

website utilities

Cidadania

Anistia Internacional começa campanha contra violação de direitos humanos

A Anistia Internacional começou hoje (6) a campanha "Escreva por direitos" que até o dia 16 de dezembro vai fazer ações em várias cidades do Brasil como São Paulo, Fortaleza, Curitiba, Belém, Manaus, Goiânia, Brasília, Niterói, Salvador e Dourados (MS) e em diversos países.

Comitê Popular da Copa faz ato de protesto em frente ao Maracanã

Ativistas de movimentos sociais e atletas amadores fizeram no fim da tarde de hoje (6) uma manifestação em frente ao Estádio Jornalista Mário Filho, o Maracanã. O ato, chamado de Anti–Sorteio da Copa do Mundo, foi organizado pelo Comitê Popular da Copa e das Olimpíadas e teve o objetivo de alertar a sociedade sobre quem está ganhando com a competição da Federação Internacional de Futebol (Fifa).

Mutirão em Brasília promove emprego para pessoas com deficiência

A Coordenação de Promoção dos Direitos da Pessoa com Deficiência da Secretaria de Justiça (Corde-Sejus), em parceria com empresas do Distrito Federal, está promovendo hoje (6) um mutirão de emprego para pessoas com deficiência. Os candidatos participam de processo seletivo no local e se aprovados, podem sair contratados na hora.

O mutirão ocorre no Centro de Integração de Atendimento à Pessoa com Deficiência (Ciapede), na Estação 114 Sul do metrô, com atendimento a trabalhadores com diferentes graus e tipos de deficiências, como auditiva, visual e motora.

Brasil reduziu a pobreza, mas enfrenta crescimento da violência

A redução de desigualdades no Brasil e na América Latina não levou a redução da violência. “O diagnóstico correto seria: menor desigualdade tende a menos violência”, diz o sociólogo e cientista político Emir Sader. “O maior paradoxo é estarmos em um país que diminuiu a pobreza, mas tem intensificado a violência”, acrescentou. Esse ponto de vista será posto para debate na sexta-feira (13), no Fórum Mundial de Direitos Humanos.

Bolsa Família quer beneficiar 600 mil brasileiros não atendidos por programas sociais

O Programa Bolsa Família quer alcançar brasileiros que não são beneficiados com qualquer programa social do governo. "Queremos localizar 600 mil pessoas, que é o que estimamos no Brasil. A estimativa, na ponta do lápis, é difícil até porque são pessoas que, em geral, não estão em nenhuma outra rede.

Fórum mundial debaterá a exclusão indígena no Brasil

Índio não tem direitos. Índio é preguiçoso, não é nem gente. Esses pensamentos permearam o Brasil até bem pouco tempo. A declaração é do mestre em antropologia social, Tonico Benites, indígena da etnia Guarani Kaiowá. Segundo ele, apenas em 1988, com a nova Constituição Federal é que os indígenas passam a ser considerados cidadãos. Os mais de 400 anos de exclusão impactam a vida dessa população até os dias de hoje.

Seminário discute a violência no entorno das comunidades pacificadas do Rio

A pesquisa Saúde Urbana – Homicídios no Entorno das Favelas do Rio feita pelo Instituto de Comunicação e Informação Científica em Saúde (Icict) da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) em parceria com o Instituto de Estudos Sociais e Políticos (Iesp). Ela apontou o alto índice de homicídios nas áreas em volta dessas comunidades.

Comissão aprova projeto que reserva vagas para negros em concurso

A proposta do Executivo que reserva 20% das vagas disponíveis em concursos públicos para negros venceu a primeira etapa no Congresso. Deputados da Comissão de Trabalho, de Administração e Serviços Públicos aprovaram hoje (4) o texto (PL 6738/13) que ainda precisa passar por dois colegiados antes de ser votado em plenário.

Silhuetas de corpos desenhadas no Largo da Carioca alertam para assassinatos no Rio de Janeiro

O calçamento de pedra portuguesa do Largo da Carioca, no centro da capital fluminense, amanheceu hoje (3) com desenhos da silhueta de 4 mil corpos. A ação faz parte da campanha Juventude Marcada para Viver, da organização não governamental (ONG) Observatório de Favelas. O ato chama a atenção da sociedade para o número de assassinatos cometidos por ano no estado e exige do Poder Público ações para diminuir a morte de jovens negros no Rio de Janeiro.

Cristo Redentor ganha iluminação especial no Dia Internacional da Pessoa com Deficiência

O Cristo Redentor, no Morro do Corcovado, na capital fluminense, será iluminado na noite de hoje (3) com a cor azul, em referência ao Dia Internacional da Pessoa com Deficiência. A medida é para conscientizar a população sobre os problemas enfrentados pelos deficientes de todo o mundo.

Para a secretária municipal da Pessoa com Deficiência, Georgette Vidor, ao mesmo tempo em que este dia é de comemoração e de representatividade para os deficientes, também é de reivindicação por uma sociedade totalmente integrada.

Audiência pública discute remoções causadas pelos grandes projetos no Rio

Representantes de comunidades removidas ou em vias de remoção por causa de obras para a Copa do Mundo de 2014 e as Olimpíadas de 2016 participaram hoje (3) da audiência pública Remoções por Grandes Projetos na Cidade do Rio de Janeiro, na Câmara dos Vereadores da capital fluminense. A violação de direitos humanos, privatização do espaço público e exclusão das comunidades envolvidas foram algumas das denúncias feitas no encontro que reuniu mais de 100 pessoas no plenário da Casa. 

Páginas