current time

quinta-feira, 30 de Março, 2017 - 19h39

website utilities

Economia

Mantega descarta excluir setores da desoneração da folha

O ministro da Fazenda, Guido Mantega, afirmou nesta quarta-feira, 29, que o governo tem a percepção de que a desoneração da folha de salários das empresas tem ajudado muito o setor produtivo, porque reduziu o custo e, portanto, permitiu que as empresas continuassem contratando trabalhadores.

Mantega disse que a medida aumentou a eficiência no setor produtivo e que não há intenção no momento de excluir alguns dos setores beneficiados com a desoneração da folha, porque todos têm aproveitado bem.

Estoque de crédito atinge R$ 2,715 trilhões em 2013

O estoque de operações de crédito do sistema financeiro subiu 2,4% em dezembro sobre novembro somando R$ 2,715 trilhões no final do ano, informou nesta quarta-feira, 29, o Banco Central. No acumulado do ano, houve alta de 14,6%. O crédito às empresas cresceu 3,0% e para as pessoas físicas, 1,8% em dezembro passado. No ano de 2013, foi registrada alta de 13,3% para empresas e de 16,3% para a pessoa física.

Desemprego recua para 10,3% em 6 regiões, diz Dieese

A taxa de desemprego no conjunto das seis regiões metropolitanas onde a Fundação Seade e o Dieese realizam a Pesquisa de Emprego e Desemprego (PED) caiu para 10,3% em 2013, ante 10,4% em 2012. A PED é feita nas regiões metropolitanas de Belo Horizonte, Fortaleza, Porto Alegre, do Recife, de Salvador e São Paulo.

Confiança da indústria recua 0,4% em janeiro, diz FGV

O Índice de Confiança da Indústria (ICI) caiu 0,4% em janeiro ante dezembro, passando de 99,9 para 99,5 pontos, informou nesta quarta-feira, 29, a Fundação Getulio Vargas (FGV). Com o resultado, o índice começa 2014 acima da média do quarto trimestre do ano passado, mas se mantém abaixo da média histórica pelo oitavo mês consecutivo.

A queda do ICI na margem foi impulsionada pelo resultado do Índice de Expectativas (IE), que teve decréscimo de 1,9%, para 98,1 pontos, enquanto o Índice da Situação Atual (ISA) avançou 1,2%, para 100,9 pontos.

Prefeitura de SP veta aeroporto em Parelheiros

A Prefeitura de São Paulo negou pela segunda vez o pedido para instalação de um aeroporto em Parelheiros, na zona sul da capital. Em um parecer da Procuradoria Geral do Município, a prefeitura reiterou a negativa da Secretaria de Desenvolvimento Urbano sobre a não concessão da licença ambiental para a construção do empreendimento. O projeto é da Harpia Logística, dos empresários André Skaf (filho de Paulo Skaf, presidente da Fiesp, que representa a indústria paulista) e Fernando Augusto Botelho (acionista da Camargo Corrêa).

Turista dribla alta do IOF em gasto no exterior

Depois de o governo encarecer as compras com cartão de viagem pré-pago e com cartão de débito no exterior, os turistas brasileiros buscam alternativas menos convencionais para driblar o custo adicional nos gastos em moeda estrangeira. A abertura de uma conta corrente em outro País e o uso de cartões pré-pagos de empresas com sede no exterior são algumas das opções encontradas.

Acesso ao crédito fica mais difícil, aponta Fecomercio

O paulistano enfrenta neste mês o pior janeiro para obter aprovação de uma linha de crédito dos últimos quatro anos. O indicador de acesso a financiamentos, apurado pela Federação do Comércio do Estado de São Paulo (Fecomercio-SP) e que integra o Índice de Intenção de Consumo das Famílias, ficou neste mês em 136,86 pontos, com queda de 15,7% em relação a janeiro de 2013, mas um pouco melhor do que o obtido em dezembro (alta de 3,3%).

Brasil cai em ranking de atração de investimentos

O Brasil segue um caminho inverso ao que foi registrado pelos demais mercados emergentes, cai no ranking dos destinos para investimentos em 2013 e, neste ano, pode sofrer uma nova contração por causa do impacto das eleições presidenciais.

Política energética vai criar mais empregos, diz Obama

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, não falou apenas nas questões econômicas e políticas em seu discurso sobre o Estado da União. Terrorismo, energia limpa, reforma da imigração e melhora da educação também foram tocados por Obama em suas declarações. "Nossa política energética vai criar mais empregos", disse ele.

Economia norte-americana ganha velocidade, diz Obama

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, começou seu discurso sobre o Estado da Nação ressaltando que a economia norte-americana está ganhando velocidade, a taxa de desemprego é atualmente a menor em mais de cinco anos, o setor imobiliário se recupera e a indústria cria empregos pela primeira vez desde os anos 90. Ao mesmo tempo, prometeu criar mais emprego e fortalecer a classe média.

Produção industrial sul-coreana sobe 2,6% em dezembro

A produção industrial da Coreia do Sul avançou 2,6% em dezembro de 2013 em relação ao mesmo período do ano anterior, ficando acima das estimativas dos economistas consultados pela Dow Jones Newswires, que esperavam alta de 1,9%, informou o escritório de estatísticas da Coreia do Sul. Em novembro, a produção industrial sul-coreana havia recuado 1,3% em comparação com o décimo primeiro mês de 2012.

Em dezembro, a leitura de dezembro subiu 3,4% em relação ao mês imediatamente anterior, acima das projeções apontadas pelos economistas, que esperavam alta de 0,5%.

Educação garante democracia e crescimento, diz Dilma

A presidente Dilma Rousseff defendeu na noite desta terça-feira, 28, em Havana, que a educação é a condição para que os países latino-americanos e caribenhos enfrentem o desafio de "moldar ações democráticas" e "alicerçar o crescimento" com base em tecnologia e inovação. A presidente afirmou que a melhoria da educação possibilitará que os países criem uma geração de jovens que tenham qualidade técnica, sejam pesquisadores, cientistas e inovadores.

Páginas