current time

sábado, 25 de Março, 2017 - 16h33

website utilities

Empate do Flu rebaixa matematicamente a Ponte Preta

O empate do Fluminense com o Internacional, por 1 a 1, foi recebido com tristeza no Moisés Lucarelli. O que já parecia certo se tornou certeza. Isso porque o resultado da equipe carioca rebaixou matematicamente a Ponte Preta à segunda divisão do Campeonato Brasileiro, se juntando ao Náutico.

O Flu chegou aos 43 pontos, no 16.º lugar, fora da zona de rebaixamento, portanto. E a Ponte, que é a 19.ª colocada, tem 36 pontos. Ainda que vença seus dois últimos jogos no Campeonato Brasileiro, pode chegar apenas a 42 e não sairia da zona de degola.

Assim, o técnico Jorginho não precisa mais ter o menor pudor para mandar a campo um time reserva para enfrentar a Portuguesa, domingo, às 17h, no Canindé, pela penúltima rodada. Os lusitanos comemoram, porque escapam do rebaixamento com uma vitória.

O time campineiro se acostumou ao sobe e desce de divisão. Começou o século na Série A (havia subido em 1998), caiu em 2006, voltou em 2011, mas agora terá que jogar de novo na Segundona.

Mas para a maior parte dos torcedores alvinegros está tudo bem. Isso porque a Ponte Preta estreou este ano em competições internacionais e chegou à final da Copa Sul-Americana. O primeiro jogo contra o Lanús é nesta quarta-feira, no Pacaembu.

Como o Palmeiras conseguiu o acesso na Série B e tanto o São Caetano quanto o Guaratinguetá caíram, o estado de São Paulo terá no máximo quatro times na segunda divisão no ano que vem. Estão garantidos Ponte Preta, Bragantino e Oeste, apenas - a Lusa também corre risco. É o menor número desde a criação da Série B.