current time

segunda-feira, 27 de Março, 2017 - 03h35

website utilities

Meio Ambiente

Fórum sobre sustentabilidade discute uso racional da água pela indústria

O uso racional da água pela indústria torna-se cada vez mais necessário diante da perspectiva de crescente escassez do recurso em todo o mundo. A questão da água é o tema da primeira edição do Projeto CNI Sustentabilidade, ciclo de debates que será realizado nesta quinta-feira (24), das 9h às 17h, no Hotel Sofitel Copacabana, no Rio.

Consulta pública discute transformação da Reserva da Juatinga em parque estadual

A tradicional canoa caiçara, esculpida em um único tronco de árvore, corre o risco de desaparecer. Utilizada para a pesca por gerações em Paraty, no sul fluminense, a canoa não poderá mais ser feita se os caiçaras forem proibidos de coletar os troncos na Reserva Ecológica da Juatinga. O problema será discutido hoje (24) na consulta pública sobre a transformação da reserva em parque estadual, a chamada recategorização, no município.

Marina critica Dilma por desenvolvimento sustentável

A ex-ministra do Meio Ambiente, Marina Silva, voltou a dizer ontem que a marca do governo Dilma Rousseff é o "retrocesso" sob o ponto de vista da agenda do desenvolvimento sustentável.

Ela citou como exemplo a aprovação do novo Código Florestal, bastante criticado por ambientalistas, e o aumento do índice de desmatamento durante a gestão da petista.

Marina foi a entrevistada do programa Roda Viva, da TV Cultura. Na pauta, a sua recente filiação ao PSB e o apoio ao governador de Pernambuco, Eduardo Campos, na corrida presidencial em 2014.

Secretaria do Ambiente do Rio quer que CSN cumpra medidas ambientais

A Companhia Siderúrgica Nacional (CSN), em Volta Redonda, na região sul fluminense, terá que cumprir 46 ações ambientais, em um prazo de dois anos, determinadas em um novo Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) elaborado pela Secretaria Estadual do Ambiente. Em 2010, a CSN assinara um (TAC) com a secretaria, por meio do Instituto Estadual do Ambiente (Inea), se comprometendo em cumprir 114 medidas para causar menos impacto ao meio ambiente, inclusive ao Rio Paraíba do Sul, em um prazo de três anos, mas conseguiu colocar em prática 75% do estabelecido.

Parte do Lago Paranoá é interditada após aparecimento de mancha de óleo

 Após o aparecimento de uma mancha de óleo na última quinta-feira (17), a Companhia de Saneamento Ambiental do Distrito Federal interditou um trecho do Lago Paranoá, na região do Iate Clube. O local é tradicionalmente frequentado por banhistas e usado para a prática de esportes náuticos e o tráfego de embarcações.

Fim dos lixões até 2014 é tema da Conferência Nacional do Meio Ambiente

O Brasil tem 2.906 lixões em atividade e das 189 mil toneladas de resíduos sólidos produzidas por dia apenas 1,4% é reciclado. Mudar esse quadro –  acabando com os lixões até 2014 e aumentando o percentual de reciclagem – é uma das principais metas da 4ª Conferência Nacional de Meio Ambiente, que este ano vai discutir a geração e o tratamento dos resíduos sólidos. O evento ocorre em Brasília, de 24 a 27 de outubro.

Óleo contaminou fundo do Lago Paranoá, diz Corpo de Bombeiros

Em avaliação feita na manhã de hoje (19), o Corpo de Bombeiros constatou que parte do óleo vazado do Hospital Regional da Asa Norte (Hran) contaminou o fundo do Lago Paranoá, em uma área próxima à saída do duto pluvial (ponto por onde a substância teve acesso ao lago). Em análises aéreas e da superfície da água não foram encontrados mais pontos de contaminação, informou o Chefe de Operação do Comando Unificado, capitão Rodrigo Rasia.

Laudos comprovam que óleo no Lago Paranoá vazou de hospital

O óleo que atingiu o Lago Paranoá vazou do Hospital Regional da Asa Norte (Hran), conforme os laudos técnicos da Companhia de Saneamento Ambiental (Caesb) e da Universidade de Brasilia (UnB) concluídos na noite de ontem (18). De acordo com o Instituto Brasília Ambiental (Ibram), órgão ligado à Secretaria de Meio Ambiente do Governo do Distrito Federal (GDF), os dois laudos mostram que o óleo, responsável pela mancha de 3 quilômetros, veio de uma caldeira usada pelo hospital para esterilizar equipamentos.  

Guia internacional Lonely Planet elege Parque da Tijuca como o melhor lugar do mundo para caminhadas

O Parque Nacional da Tijuca, unidade de conservação do Instituto Chico Mendes da Biodiversidade (ICMBio), na capital fluminense, foi eleito esta semana pelo Lonely Planet, considerado o maior guia de viagens do mundo, o melhor lugar para caminhadas em área urbana. A nova edição do Lonely Planet lista mil aventuras ao redor do planeta e faz um ranking dos melhores locais. O ranking coloca as trilhas do parque carioca acima das de outros lugares como Londres, capital inglesa; Cidade do Cabo, na África do Sul; Sidney, na Austrália; e Vancouver, no Canadá.

Animais são encontrados no Lago Paranoá cobertos de óleo

Dois animais, uma ave e uma tartaruga, foram encontrados às margens do Lago Paranoá cobertos com a substância da mancha que apareceu no lago. Os bichos foram levados para o zoológico. "Eles [os animais] passaram por uma série de avaliações, como temperatura corporal, hemograma para ver como está a condição do animal. Se ele estiver bem, ele vai para a limpeza desse óleo, senão vai passar por um processo de estabilização”, explicou Cristiane de Oliveira, analista ambiental do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama).

Bombeiros conseguem conter mancha no Lago Paranoá

O Corpo de Bombeiros conseguiu conter a mancha que apareceu hoje (17) no Lago Paranoá. Foram usadas barreiras de contenção de 15 metros, feitas de material para reter produto químico, para impedir que mais substância caia no lago.

“Foi colocado um material de contenção e a mancha já está toda na margem”, disse o coordenador de fiscalização ambiental do Distrito Federal, Leider Alves de Oliveira. A mancha chegou a alcançar 3 quilômetros de extensão.

Páginas