current time

sexta-feira, 24 de Março, 2017 - 07h16

website utilities

Nacional

Governo federal reconhece situação de emergência em Petrópolis

A Secretaria Nacional de Defesa Civil reconheceu estado de emergência em Petrópolis, região serrana do Rio de Janeiro. A cidade enfrentou fortes chuvas que causaram a morte de 33 pessoas, na última semana. A Portaria nº 40 entra em vigor hoje (25), data em que foi publicada no Diário Oficial da União. O estado de emergência foi decretado em consequência de danos causados pelos deslizamentos de solo e de rocha que atingiram o município.

Chuvas deixam 33 mortos em Petrópolis

Subiu para 33 o número de mortos em consequência do temporal em Petrópolis no início desta semana. Os bombeiros localizaram hoje (22) os corpos de mais duas vítimas. Segundo a Defesa Civil Estadual, ainda resta uma pessoa desaparecida. Cerca de 70 homens do Corpo de Bombeiros e do Exército trabalham nas buscas, que estão concentradas em quatro pontos diferentes às margens da BR-040. As equipes contam com a ajuda de um grupo especializado em resgate em alturas e também em áreas de difícil acesso.

Aldeia Maracanã: polícia imobiliza e leva gestante

O clima segue tenso no prédio do antigo Museu do Índio, ocupado desde 2006 por índios de diversas etnias. Uma mulher grávida acaba de ser cercada e imobilizada por Policiais do Batalhão de Choque que, mesmo sob protestos, a colocaram em um camburão. A PM não informou qual seria o destino da mulher

O imóvel será desocupado ainda hoje (22), por ordem da Justiça Federal, a pedido do governo do estado do Rio de Janeiro, que deseja reformar o local para receber o Museu Olímpico.

Experiência inglesa na área de saúde na organização das Olimpiadas é analisada pelo Rio de Janeiro

A experiência do Reino Unido na organização das Olimpíadas 2012 na área de saúde foi tema hoje (18) de conferência com a Secretaria de Estado de Saúde (SES). Os profissionais apresentaram as ações de vigilância, promoção de saúde, resposta rápida a agravos e eventos inusitados durante o período dos Jogos, além do legado que ficou dessas ações.

Ministra do STF suspende parte da Lei dos Royalties

A ministra Cármen Lúcia, do Supremo Tribunal Federal (STF), suspendeu hoje (18) parte da nova Lei dos Royalties do Petróleo, promulgada na semana passada. A ministra deferiu liminar na ação de autoria do estado do Rio de Janeiro. Cármen Lúcia suspende vários artigos da lei alegando que há “urgência qualificada comprovada no caso”, além de “riscos objetivamente demonstrados da eficácia dos dispositivos e dos seus efeitos, de difícil desfazimento”. A decisão tem validade enquanto o caso não for apreciado pelo plenário do Supremo.

Páginas