current time

sábado, 25 de Março, 2017 - 06h34

website utilities

Pesquisa e Inovação

Em 2014, governo vai dar destaque à pesquisa em ciência, tecnologia e inovação

A pesquisa básica terá destaque este ano no âmbito do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI), disse à Agência Brasil o secretário executivo da pasta, Luiz Antonio Elias. Segundo ele, o ministro Marco Antonio Raupp determinou que até o início de 2014 seja divulgado o novo edital dos institutos nacionais de Ciência e Tecnologia, já que considera a iniciativa importante para as redes de excelência nessa área.

Profissão de arqueólogo ainda não é regulamentada

O gosto pela arqueologia começou cedo para o professor Pedro Paulo Abreu Funari. A escolha da profissão, ainda na adolescência, foi influenciada pelo livro Deuses, Túmulos e Sábios, do escritor alemão C. W. Ceram. A ausência de cursos de graduação na área, obrigou–o a cursar história, na Universidade de São Paulo (USP), no início da década de 1980, e somente na pós-graduação pôde especializar-se no que realmente gostava.

Crescimento da arqueologia brasileira esbarra na falta de profissionais e de infraestrutura

A arqueologia brasileira cresceu e apareceu em 2013. São dezenas de sítios arqueológicos descobertos pelo país e centenas de milhares de artefatos sendo recompostos e estudados. Somente no Rio de Janeiro, foram encontradas mais de 200 mil peças da época do Império, várias intactas, na antiga Estação da Leopoldina, no centro, um trecho da Estrada Real do início do século 18, no centro–sul fluminense.

Pesquisa diz que gene do diabetes pode ter origem em Neandertal

Um gene que parece aumentar o risco da diabetes em populações da América Latina pode ter sido herdado dos Neandertais, de acordo com um estudo americano.

Sabe-se hoje que humanos modernos se miscigenaram com populações de Neandertais logo após deixarem a África, em um período entre 60.000 e 70.000 anos atrás.

Isso significa que genes do Neandertal estão agora dispersos pelo genoma de todos os não-africanos.

Nova técnica para reprodução de abelhas pode facilitar polinização de lavouras

Uma nova técnica para a reprodução de abelhas sem ferrão pode facilitar a polinização de lavouras no país, o que levaria à redução do custo das produções agrícolas e à melhoria da produtividade em até 40%. Pesquisadores da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), da Universidade de São Paulo (USP) e da Universidade Federal Rural do Semiárido (Ufersa) desenvolveram um método pelo qual as larvas recém–nascidas recebem uma quantidade seis vezes maior de alimento do que estão acostumadas. Dessa forma, todas as abelhas fêmeas superalimentadas se tornam rainhas.

Pesquisa da USP desenvolve material para substituir amianto

Pesquisadores da Escola Politécnica da Universidade de São Paulo (Poli–USP) desenvolveram um novo material com as mesmas qualidades e o mesmo desempenho do amianto para a fabricação de telhas. O composto reúne quantidade reduzida de fibras sintéticas – que têm preço elevado no mercado – e foi baseado na estrutura de materiais naturais como o bambu.

Dilma fala sobre consumo consciente de água, durante entrega do Prêmio Jovem Cientista

Ao participar hoje (16) da entrega do 27° Prêmio Jovem Cientista – que teve como tema Água: desafios da sociedade, a presidenta Dilma Rousseff falou sobre o desafio do consumo sustentável da água e lembrou que o Nordeste enfrenta a pior seca dos últimos 50 anos. Segundo ela, embora não seja possível combater a seca, é preciso criar mecanismos para minimizar seus efeitos.

Semiárido serve de inspiração para estudante vencedor do Prêmio Jovem Cientista

As dificuldades históricas enfrentadas em razão da escassez de água no Semiárido brasileiro serviram de inspiração para o projeto científico do estudante José Leôncio de Almeida Silva, 23 anos, aluno do curso de agronomia da Universidade Federal Rural do Semiárido (Ufersa), no Rio Grande do Norte. Ele é o vencedor da categoria ensino médio do 27º Prêmio Jovem Cientista, cujas premiações estão sendo entregues hoje (16), em solenidade no Palácio do Planalto. Esta edição abordou o tema Água: desafios da sociedade.

Coleção Helmintológica do Instituto Oswaldo Cruz, a maior da América Latina, completa 100 anos

Referência para pesquisadores do Brasil e do exterior, a Coleção Helmintológica do Instituto Oswaldo Cruz (IOC), unidade da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) acaba de completar 100 anos. O acervo é o maior do gênero na América Latina e um dos mais valiosos, entre vários outros de cunho biológico da instituição brasileira. São mais de 37.500 lotes, com amostras provenientes dos cinco continentes, que foram sendo incorporadas à coleção desde o início do século 20 e até hoje estão disponíveis para pesquisa e consulta pela comunidade científica.

Vencedores do Prêmio Finep valorizam inovação em tecnologia e desenvolvimento sustentável

Após desenvolver soluções nas tecnologias da comunicação e da informação por 37 anos, o Centro de Pesquisa e Desenvolvimento (CPqD) recebeu pela primeira vez, no último dia 4, o Prêmio Finep de Inovação 2013. O órgão foi agraciado na categoria Instituição de Ciência e Tecnologia e recebeu R$ 200 mil pelo projeto que desenvolve.

Outro vencedor do prêmio foi a Fundação de Tecnologia do Estado do Acre (Funtac), em razão da fábrica de preservativos masculinos no interior do Acre que utiliza látex extraído por famílias que moram na Reserva Extrativista Chico Mendes.

Empresas podem obter financiamentos subsidiados para investir em eficiência energética

Empresas interessadas em desenvolver projetos de eficiência energética ou de redução de impactos ambientais podem recorrer a linhas de financiamento, por da Agência Estadual de Fomento (AgeRio). O valor de financiamento pode chegar a R$ 30 milhões por projeto, se o recurso for captado diretamente pela agência, com taxa mensal de 0,93% ao mês e até cinco anos para pagar o empréstimo.

Seminário discute o desenvolvimento de sonares com tecnologia nacional

Inaugurado em julho deste ano, o Laboratório de Tecnologia Sonar (LabSonar) do Instituto de Pós-Graduação e Pesquisa de Engenharia (Coppe) da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) tem como principal desafio o desenvolvimento, juntamente com a Marinha, de sonares com tecnologia 100% nacional para a proteção da costa brasileira.

Páginas