current time

sexta-feira, 24 de Março, 2017 - 07h16

website utilities

Pesquisa e Inovação

Produção de uva sem sementes aumenta no Brasil

O produtor de uva no Brasil terá à sua disposição, a partir deste mês, mais uma variedade sem sementes da fruta. A Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) vai lançar a variedade Isis, que passará a ser o quinto tipo de uva sem sementes criada a partir de pesquisas do órgão. As outras são Clara, Linda e Morena, lançadas em 2003. No ano passado foi criada a variedade Vitória.

Conferência vai debater benefícios da tecnologia nuclear para a inclusão social

O Nordeste brasileiro vai sediar, pela primeira vez, uma Conferência Nuclear Internacional do Atlântico (INAC), organizada pela Associação Brasileira de Energia Nuclear (Aben), cujo tema central são os benefícios da tecnologia nuclear para a inclusão social. “Ou seja, para o desenvolvimento sustentável”, disse hoje (3) à Agência Brasil o coordenador–geral do INAC e diretor da Aben, Edson Kuramoto.

Modelo teórico ajuda a desvendar terremotos

Uma equipe de pesquisadores, com participação de um cientista da Escola Politécnica (Poli) da USP, criou um modelo teórico que abre caminho para prever terremotos com maior precisão. A pesquisa foi publicada na revista Physical Review Letters e repercutiu na área de comentários do editor da Science, um dos mais respeitados periódicos científicos do mundo.

Furnas desenvolve usina para gerar energia a partir do aproveitamento de ondas em alto mar

A  estatal Furnas começou o projeto de uma usina, chamada de conversor offshore e inédita no país, para a geração de energia a partir do aproveitamento das ondas em alto mar. “A ideia, que já está sendo conversada com a Marinha do Brasil, é a unidade que vai ser  desenvolvida ao final do projeto atender ao Farol da Ilha Rasa e às cerca de 200 casas existentes no local”, disse hoje (30) à Agência Brasil o gerente da área de Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação de Furnas, Renato Norbert. Em uma segunda etapa, a usina flutuante deve gerar energia às plataformas do pré–sal.

Ativistas pedem que investigações sobre maus-tratos em animais no Instituto Royal sejam aprofundadas

Ativistas contra o uso de animais em testes científicos pediram hoje (29), em audiência pública na Câmara dos Deputados, que se aprofundem as investigações sobre as acusações de maus–tratos em animais usados em pesquisas científicas no Instituto Royal, em São Roque (SP). Em meados de outubro, manifestantes invadiram a sede do instituto e retiraram 178 cachorros da raça beagle do local. 

Semana Nacional da Ciência e Tecnologia mostrou relação entre pesquisa e esporte

Terminou hoje (27) a décima edição da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia (SNCT 2013), desenvolvida simultaneamente nas maiores cidades brasileiras, com exposições técnicas e palestras de atletas profissionais e pesquisadores. “Houve grande resposta do público e dos participantes, superando todas as expectativas”, segundo Oswaldo Duarte Filho, secretário de Ciência e Tecnologia para Inclusão Social do governo federal.

Nasa registra forte labareda solar

O Sol emitiu uma labareda solar significativa, atingindo seu ápice hoje (25) às 8h (horário de Brasília), informou a agência espacial norte–americana, a Nasa. Até o momento, foram identificadas três explosões solares. 

Segundo a Nasa, as labaredas solares são potentes explosões de radiação. Apesar de nocivas, não conseguem atravessar a atmosfera da Terra para afetar fisicamente os seres humanos. No entanto, a radiação, quando intensa o suficiente, pode perturbar a atmosfera na camada onde estão sistemas de posicionamento global (GPS) e satélites de comunicações.

Proteína de lagarta combate vírus do sarampo e H1N1

Pesquisadores do Instituto Butantan, em São Paulo, afirmam que uma proteína extraída de uma lagarta é eficaz para combater os vírus do sarampo e da gripe A (H1N1).

Os investigadores identificaram na hemolinfa (sangue) da lagarta substâncias com alta potencialidade para combater os vírus, segundo um comunicado da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp), que financiou o estudo.

Instituto Royal nega que usava animais em testes de cosméticos ou de produtos de limpeza

O Instituto Royal negou hoje (23), por meio de um vídeo gravado pela gerente–geral da instituição, Silva Ortiz, que fazia teste de cosméticos ou de produtos de limpeza nos animais. Na madrugada de sexta-feira (18), ativistas invadiram o instituto e retiraram 178 cães da raça beagle, que eram usados em testes científicos. Os ativistas alegaram que os animais foram vítimas de maus-tratos e que eram usados como cobaias em testes de cosméticos e produtos de limpeza.

Boneco simula doenças cardícas com fidelidade

A Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP) da USP acaba de dar mais um passo para o incremento do ensino médico. E o responsável por esse avanço é um boneco chamado Harvey, que acaba de chegar ao Brasil. O modelo é capaz de simular, com fidelidade humana, 33 diferentes doenças cardíacas.

Páginas