current time

sábado, 25 de Março, 2017 - 22h34

website utilities

Protestos

Governo quer ação com SP e RJ para controlar protestos

Um dia após os atos de vandalismo na Fernão Dias, o Ministério da Justiça propôs uma frente de contenção conjunta da violência e discutirá com autoridades de segurança de São Paulo e Rio procedimentos para investigar protestos, podendo até federalizar parte das ações.

Aldo Rebelo diz não acreditar em protestos durante Copa

O ministro do Esporte, Aldo Rebelo, disse nesta segunda-feira que não acredita que acontecerão protestos nas ruas brasileiras durante a realização da Copa do Mundo de 2014. Segundo ele, o clima será de festa no Brasil por causa do evento, o que vai esvaziar a organização de qualquer manifestação popular.

Manifestante é ferido com arma de fogo no Rio

A Clínica São Vicente, em Botafogo, confirmou que recebeu um paciente ferido por arma de fogo. De acordo com a vítima, que foi operada, ela participava da manifestação dos professores no centro do Rio. O nome e idade do paciente não foram divulgados porque a clínica não tem autorização da família. É a primeira vez, desde a primeira manifestação no Rio, em 6 de junho, que um manifestante é ferido por disparo de arma de fogo.

Tropa de Choque da PM detém mais de 40 manifestantes no centro do Rio

Pelo menos 45 pessoas foram detidas pela Polícia Militar (PM) nas ações de quebra-quebra e depredações ocorridas na noite de hoje (16), após os protestos do Dia do Professor, ocorridos em várias áreas da região central da cidade e bairros próximos. O balanço do número de detidos é do Instituto de Defensores de Direitos Humanos (DDH).

Estudantes da USP esperam ser recebidos por Alckmin

O protesto de estudantes da Universidade de São Paulo (USP), que fechou um sentido da Avenida Brigadeiro Faria Lima nesta terça-feira, 15, segue pela Avenida Eusébio Matoso em direção ao Palácio dos Bandeirantes, na zona sul da capital paulista. De acordo com Pedro Serrano, do Diretório Central de Estudantes da USP, a expectativa é de que o governador receba os manifestantes ainda nesta noite. Cerca de 40 integrantes do grupo Black Bloc seguram bandeiras e tentam impedir filmagens da Rede Globo. A Polícia Militar estima que sejam 400 participantes e acompanha o ato.

Polícia do Rio cumpre 13 mandatos contra Black Bloc

A Polícia Civil cumpriu na manhã desta sexta-feira, 11, 13 mandados de busca e apreensão no Rio e em Niterói para apurar o envolvimento de pessoas em atos de vandalismo durante as comemorações do Sete de Setembro na capital fluminense. Foram recolhidos laptops, máscaras, CPUs, CDs e pendrives de supostos adeptos da tática Black Bloc. Outros quatro mandados não foram cumpridos porque os alvos não foram localizados.

Peritos avaliam danos causados por depredação no Rio

Depois de uma noite de vandalismo no centro do Rio, bancos, prédios comerciais e lojas da avenida Rio Branco remediam os danos causados pela depredação, especialmente nas proximidades da Cinelândia. O principal foco de confronto foi o Palácio Pedro Ernesto, sede da Camara de Vereadores da capital fluminense. Na lateral do prédio, na rua Evaristo da Veiga, mascarados identificados com a tática Black Bloc danificaram um portão e lançaram bombas incendiárias contra vidraças.

Protesto de professores termina no Rio; confronto segue

O protesto de professores promovido no centro do Rio acabou por volta de 20h15 desta segunda-feira, 07. Desde então, só ocorreram confrontos entre a polícia e manifestantes mascarados.

Ativistas incendiaram caixas eletrônicos de uma agência do Banco do Brasil na Rua Evaristo da Veiga, no centro. Por volta das 20h30 desta segunda, um grupo de mascarados se preparava para seguir rumo à Assembleia Legislativa do Rio, também no centro.

PM investiga flagrante forjado em manifestação no RJ

A Polícia Militar do Rio abriu sindicância para analisar imagens que mostram policial supostamente forjando um flagrante durante uma manifestação no centro do Rio, na última segunda-feira, 30. As cenas foram gravadas por ativistas e divulgada nesta quarta-feira, 2, por meio da internet.

PM lança gás de pimenta contra professores no Rio

Um policial militar lançou jatos de gás de pimenta, no início da tarde desta segunda-feira, 30, contra professores em greve que protestavam na Rua Alcindo Guanabara, perto da entrada lateral da Câmara Municipal do Rio, no centro.

A Câmara foi desocupada à força por PMs na noite de sábado, 28, e desde então policiais cercam a Casa. Desde o início da manhã desta segunda PMs fazem um cordão de isolamento, permitindo a entrada apenas de funcionários e impedindo o acesso de outras pessoas, incluindo jornalistas.

Artistas e intelectuais pedem moderação da polícia em protestos

Uma carta assinada por 26 pessoas, entre artistas e intelectuais, foi entregue hoje (5) ao secretário de Segurança do Rio, José Mariano Beltrame, pedindo moderação na ação policial durante as manifestações. Entre os que assinaram a carta estão Alba Zaluar, Caetano Veloso, Chico Buarque, Jacqueline Muniz, Michel Misse, Sidney Waismann e Zuenir Ventura.

Páginas