current time

sábado, 25 de Março, 2017 - 04h39

website utilities

Protestos

Av. Paulista permanece interditada na altura do Masp

A Avenida Paulista está totalmente interditada na região do Masp, em São Paulo, ponto de encontro dos manifestantes no Dia Nacional de Lutas, organizado pelas centrais sindicais nesta quinta-feira, 11. Na altura da Rua Augusta carros e ônibus ainda tentam trafegar.

Sindicalistas da Força Sindical que saíram do Brás, zona central de São Paulo, chegaram ao local. Eles se reuniram a outro grupo no Bom Retiro e seguiram pela República até alcançar a principal via da cidade.

Via Dutra e Ayrton Senna também são alvo de protestos

Os protestos pelo Dia Nacional de Luta, convocados pelas centrais sindicais, prejudicaram, na manhã de hoje (11), a circulação de veículos nas rodovias Presidente Dutra, que liga São Paulo ao Rio de Janeiro, e Ayrton Senna, que interliga São Paulo a Guararema. Às 11h45, os manifestantes liberaram a pista da Ayrton Senna, no quilômetro (km) 45, sentido Mogi das Cruzes, e passaram a ocupar o espaço sob um viaduto.

Gaúchos amanheceram sem ônibus nesta quinta-feira

Mesmo com a determinação da Justiça do Trabalho, segundo a qual os ônibus deveriam circular, em Porto Alegre (RS), com 50% da frota nos horários de pico - das 6h às 9h e das 16h30 às 19h30 - e 30% nos demais horários, não há linhas de ônibus operando nesta quinta-feira na capital gaúcha. Segundo informações da Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC), nenhum dos 1.072 coletivos que atendem a cidade deixou as garagens hoje (11) por causa dos bloqueios feitos por manifestantes, que se posicionam diante dos portões desde a madrugada.

Estradas federais têm 25 pontos bloqueados

Vinte e cinco pontos de estradas federais permanecem interditados até o momento, segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF). O estado onde há mais bloqueios é o Rio Grande do Sul, com 11 interrupções. O ponto mais crítico é na BR–116, próximo a Caxias do Sul, nos quilômetros (km) 144, 146, 151. Também na BR-116, no km 465, perto de Lourenço do Sul, a PRF identificou um bloqueio.

AGU obtém liminar contra bloqueio de vias federais de SP

Uma liminar da Justiça Federal de São Paulo proibiu o bloqueio de tráfego nas rodovias federais de São Paulo pela Força Sindical e União Geral dos Trabalhadores (UGT). O pedido foi ajuizado pela Advocacia-Geral da União (AGU). Em caso de descumprimento, está prevista multa de R$ 100 mil por hora, informa a AGU, em nota. As centrais sindicais promovem nesta quinta-feira, 11, o Dia Nacional de Lutas, que prevê a paralisação de diversas atividades e obstrução de estradas.

MST e sindicatos fazem bloqueios em rodovias do Rio Grande do Sul

Manifestantes do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) e de sindicatos fazem diversos pontos de bloqueio em rodovias da região metropolitana de Porto Alegre e no interior do estado do Rio Grande do Sul na manhã desta quinta–feira (11), segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), em balanço divulgado no final da manhã.

Manifestantes liberam a rodovia Anchieta

Terminou a manifestação conduzida pelos metalúrgicos da região do ABC Paulista, que bloquearam pela manhã o km 21 da rodovia Anchieta. A pista já está totalmente liberada em relação aos protestos, segundo a Ecovias, concessionária responsável pelo sistema Anchieta-Imigrantes.

Os manifestantes protestaram também em frente ao Paço Municipal, em São Bernardo Campo. Agora, parte do grupo segue em direção à concentração na Avenida Paulista, em São Paulo, em dez ônibus.

Mais de 2 mil manifestantes já estão na Paulista

Mais de 2 mil manifestantes já estão concentrados em frente ao vão livre do Masp, na Avenida Paulista, centro de São Paulo, segundo a Polícia Militar. A concentração para o "Dia Nacional de Lutas" foi marcada para as 12h desta quinta-feira, 11. Grupos que protestaram em vários pontos da cidade durante a manhã seguem agora em direção à Paulista. A previsão é de que os manifestantes saem do Masp para a Praça Ramos de Azevedo no início da tarde.

Cerca de mil comerciários protestam na 25 de março

Cerca de mil pessoas, de acordo com a Polícia Militar, participaram de uma manifestação organizada pelo Sindicato dos Comerciários de São Paulo, na Rua 25 de março, principal polo de comércio popular da capital paulista. Os manifestantes seguem em passeata, neste momento, em direção à Avenida Paulista, onde está programado um ato conjunto das centrais sindicais pelo Dia Nacional de Luta.

Manhã no centro do Rio tem pequenas manifestações de diversas categorias

A manhã de hoje (11), no centro do Rio, foi marcada por pequenas manifestações divididas por categorias que se mobilizam para aderir ao protesto convocado para as 15h, na Candelária. O Sindicato dos Petroleiros (SindiPetro) se concentrou antes das 9h da manhã em frente ao edifício-sede da Petrobras, na Avenida Chile, e caminhou para a Avenida Graça Aranha, também no centro, onde há outro prédio da estatal.

Greve dos Correios no Rio impede saída de caminhões do Centro de Operações Postais

Funcionários dos Correios no estado do Rio de Janeiro estão em greve desde a 0 hora de hoje (11). A paralisação de 24 horas atinge o Centro de Operações Postais da estatal, em Benfica, na zona norte do Rio, onde representantes do Sindicato dos Trabalhadores dos Correios impedem a entrada e saída de caminhões. O depósito é responsável pelo despacho de mais de 80% das correspondências de todo o estado.

Centrais sindicais paralisam região metropolitana de Vitória

Para pressionar o Congresso Nacional e o governo federal a aprovar medidas que beneficiam os trabalhadores, as centrais sindicais paralisam  hoje (11) a região metropolitana de Vitória (ES). As três pontes e as duas rodovias que dão acesso à capital estão bloqueadas por manifestantes. Os rodoviários aderiram ao protesto e os ônibus não saíram das garagens.

Páginas